12 jul

Farol baixo nas estradas e a manutenção preventiva do veículo

Quem vai pegar estrada nas férias precisa se preparar para a nova lei que determina o uso obrigatório de farol baixo durante o dia nas rodovias brasileiras. A resolução entra em vigor hoje (8), e prevê multa de R$ 86,13, com perda de quatro pontos na carteira de habilitação, em caso de descumprimento. O objetivo é reduzir a quantidade de acidentes em estradas, especialmente as colisões frontais, responsáveis por mais de 30% das mortes registradas pela Polícia Rodoviária Federal (PFR) a cada ano. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a maioria das colisões frontais ocorre em casos de ultrapassagem ou quando o motorista não percebe a aproximação do outro veículo a tempo de reagir.

“Para garantir um trajeto mais seguro e sem contratempos, recomendamos sempre a manutenção preventiva do veículo e uma postura defensiva ao volante. Oferecemos serviços de checagem e assistência para que os principais componentes do carro sejam verificados periodicamente, inclusive faróis e lanternas, e também orientamos nossos segurados sobre boas práticas para uma condução responsável”, explica o diretor de Sinistro Auto e Massificados da seguradora, Renato Roperto.

Cuidados essenciais para manter o veículo adequado à nova lei

Checagem: periodicamente, faça uma verificação cuidadosa do estado do veículo e confirme se todas as luzes de sinalização do carro estão em perfeito funcionamento.

Regulagem: providencie o alinhamento dos faróis a cada três meses. A maioria dos carros vem com regulagem elétrica ou mecânica dos faróis, que pode ser realizada pelo proprietário do carro, seguindo as orientações do manual de instrução, ou em oficinas especializadas.

Substituição: troque as lâmpadas do sistema de faróis do carro a cada dois anos ou após 20 mil quilômetros rodados, tomando o cuidado de escolher modelos indicados pelo fabricante do veículo, o que garantirá a mesma durabilidade das originais e evitará danos ao sistema elétrico do carro.

Polimento: avalie a necessidade de polimento para a recuperação do aspecto original do farol. O polimento elimina a aparência embaçada e desgastada, reforça a proteção contra raios ultravioleta e mantém a durabilidade do brilho.

Direção responsável: assim que acessar rodovias e estradas, lembre-se de ligar o farol baixo. Mantenha atenção redobrada ao trafegar sob condições  adversas, principalmente em dias com chuva e neblina, mantendo velocidade reduzida e distância razoável em relação aos automóveis à frente.

Fonte: www.revistaapolice.com.br

Share this