22 maio

Aprenda a calcular as prestações do consórcio

O Jornal do Consórcio traz hoje um guia para aprender a calcular as prestações do consórcio. O consórcio é uma modalidade de compra conjunta e planejada com base na união de um grupo de pessoas com o mesmo interesse e com o objetivo de adquirir bens móveis, imóveis ou serviços. A formação desses grupos é feita por uma Administradora de Consórcios, autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil.

Aprenda a calcular as prestações do consórcio

Segundo o Blog da ABAC, a prestação de um consórcio é constituída por fundo comum, taxa de administração e, se estabelecido em contrato, por fundo de reserva e/ou seguros. Confira abaixo como é e como calcular cada um desses itens.

Fundo Comum (FC): É a soma do que cada consorciado paga, a quantia destinada a aquisição do bem ou serviço. Contribuição Linear: Obtida mediante a divisão percentual do preço do bem ou serviço contratado pelo número de meses de duração do grupo. Contribuição Não-Linear: Quando administradora fixa o percentual variável de contribuição ao fundo comum e o somatório destas contribuições é igual a totalidade do fundo comum contratado.

2. Taxa de Administração (TA): É o que a administradora recebe pela prestação de serviços aos consorciados. Geralmente são valores extremamente baixos.

3. Fundo de Reserva (FR): É o que garante o funcionamento do grupo em determinadas situações previstas no contrato. Este valor está diluído nos 60 meses.

4. Seguro: Existem diversos tipos de seguro que podem ser inseridos no contrato. Como por exemplo, o seguro de quebra de garantia, seguro de vida e seguro desemprego.
Como calcular a prestação mensal?

Para calcular a prestação mensal é necessário fazer a somatória do Fundo Comum, da Taxa de Administração e do Fundo de Reserva. Sendo assim:

| Prestação do Mês = FC + TA + FR |

Fonte: www.jornaldoconsorcio.com.br

Share this